Decreto adia para quarta-feira início da restrição para circulação de idosos

Aqui você pode acompanhar as últimas notícias do nosso bairro...
Regras do fórum
Nosso Jornal tem como foco publicar notícias sobre nosso bairro, porém podemos publicar sobre outras notícias de interesse público!
Responder
Avatar do usuário
Lomba do Pinheiro
Administrador
Administrador
Mensagens: 5
Registrado em: 22 Mar 2020, 14:38
Contato:

Decreto adia para quarta-feira início da restrição para circulação de idosos

Mensagem por Lomba do Pinheiro »

A prefeitura alterou a data inicial do distanciamento social para idosos na Capital.

Imagem

O decreto 20.527, publicado na edição extra do Diário Oficial de Porto Alegre (Dopa) dessa segunda-feira, 23, altera a aplicação da regra para quarta-feira, dia 25 de março. Também muda para esta quarta-feira o início da emissão das multas por descumprimento da norma, que pretende frear a transmissão do novo coronavírus entre as pessoas.

O deslocamento de pessoas com 60 anos ou mais pelas ruas de Porto Alegre está permitido somente para realização de atividades "estritamente necessárias". A medida vai vigorar por 30 dias a contar desta quarta-feira, 25. O número de casos confirmados de contágio pela Covid-19 na cidade já chegava a 68, até a publicação desta matéria. Idosos compõem o chamado grupo de risco para a doença.

A circulação de idosos está autorizada em casos de atendimento médico e hospitalar, exames laboratoriais, vacinação e compras de produtos alimentícios e idas às farmácias. Todas as pessoas dessa faixa etária ficam obrigadas a portar documento de identificação que comprove idade em caso de abordagem dos agentes de fiscalização do município. Quem não apresentar o documento será acompanhado até a residência para identificação.

Pessoas que descumprirem a restrição de circulação ficarão sujeitas à multa, que varia de 1 a 100 na escala da Unidade Fiscal de Referência (UFR) e terá valor máximo de R$ 429,20.

A regra de distanciamento social não se aplica aos trabalhadores da área da saúde, segurança e demais serviços essenciais.

Fonte: Prefeitura de Porto Alegre

Responder